2017-07-31 - 10:35
Sem Cristo não podemos amar nem perdoar ninguém verdadeiramente.
Em todos os momentos de necessidade ou de direcionamento, seja qual for a situação, podemos sem temor algum, mas com esperança, procurar ao Senhor e contar-lhe com humildade a nossa situaçã
UMA VIDA BEM-SUCEDIDA
João 2:1-12
Pr. G. Jimmy Cornejo

João 2:1-12

INSTRODUÇÃO. Quantas vezes na nossa caminhada relacional nos deparamos com situações complexas como desentendimentos, tensões e desilusões. Até brigas fazem parte dessa dinâmica relacional que podem acabar em uma discórdia severa gerando separações, fracassos, inimizades, desemprego.

No meu modo de ver, tudo isso chega aos extremos, por falta da presença graciosa de Cristo Jesus na vida das pessoas, o qual deriva obviamente numa falta de amor e perdão. Estes aspectos são, no meu entender, os grandes vilãos que destroem os relacionamentos interpessoais.

Estudando o evangelho de João encontramos alguns princípios que nos ajudam a preservar nossos relacionamentos e alcançarmos uma vida bem-sucedida.

Quais são esses princípios?

1.  Convidar a Jesus Cristo a fazer parte de nosso estilo de vida. João 2:2 Jesus e os seus discípulos também tinham sido convidados para o casamento.

Convidar Jesus Cristo é fundamental para termos primeiramente sucesso na nossa vida relacional com Deus Pai, pois só através de Cristo podemos voltar para essa intimidade que nos devolve a nossa identidade como filhos de Deus; é a partir de aí que nosso estilo de vida pessoal e relacional é transformado.

Muitas vezes deixamos Cristo do lado de fora de nossas vidas, de nossos negócios, de nossos relacionamentos e as coisas desandam. É então que percebemos que nada podemos sem Deus. Por outro lado, o orgulho nos impedi de olhar para Jesus e aceitarmos sua graça salvadora, porém Ele sempre está batendo a porta conforme o próprio apostolo João escreve à igreja de Laodiceia;  Apocalipse 3:20 Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos.

Se Cristo está batendo a porta de teu coração hoje, abra e deixe Ele transformar sua tristeza em alegria. Agora, se o seu relacionamento com Deus em Cristo foi restaurado, seus relacionamentos interpessoais também serão alcançados pela maravilhosa graça do Pai, e o amor e o perdão deverão fluir livremente de uns para com os outros. Se isso não acontecer João diz que somos mentirosos, 1João 4: 20 Se alguém diz: “Eu amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é mentiroso. Pois ninguém pode amar a Deus, a quem não vê, se não amar o seu irmão, a quem vê.  De fato, sem Cristo não podemos amar nem perdoar ninguém verdadeiramente.

2.  Oração.  João 2:3 Quando acabou o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: — O vinho acabou.

Um segundo principio a destacar aqui é a oração, ela é vital para nosso crescimento e comunhão com Deus nosso Pai, não é apenas convidar a Jesus para fazer parte de nossas vidas, precisamos manter e alimentar esse relacionamento com orações diárias e constantes.

Sabedora do constrangimento pelo qual a família do noivo estava passando, a mãe de Jesus aproximou-se dele e lhe disse “O vinho acabou”. Ela não ousou determinar o ou dar alguma ordem a Jesus, apenas ela comunicou o fato.

E aqui temos um modelo precioso de oração. Embora Deus saiba tudo o que nos ocorre, é muito saudável mencionar nas nossas orações as diferentes situações embaraçosas ou difíceis que nos acontecem, aliás, estas situações se apresentam quase sempre de surpresa.

Em todos os momentos de necessidade ou de direcionamento, seja qual for a situação, podemos sem temor algum, mas com esperança, procurar ao Senhor e contar-lhe com humildade a nossa  situação “acabou o ânimo”, “acabou o pão”, “acabou a alegria”, “acabou a paciência”, “acabou a  esperança”, “acabaram os recursos”, “acabou o amor”     

Essas são orações sem rodeios mencionam o ponto central do problema. São corajosas, sinceras e humildes. Essas orações significam uma exposição da alma, da angustia que até então está presa lá dentro. É uma confissão.

 

3.  Obediência. João 2:5-7 Então ela disse aos empregados: — Façam o que ele mandar. 6 Ali perto estavam seis potes de pedra; em cada um cabiam entre oitenta e cento e vinte litros de água. Os judeus usavam a água que guardavam nesses potes nas suas cerimônias de purificação. 7 Jesus disse aos empregados: — Encham de água estes potes. E eles os encheram até a boca. 8Em seguida Jesus mandou: — Agora tirem um pouco da água destes potes e levem ao dirigente da festa. E eles levaram.

Outro princípio importantíssimo é obediência. Se queremos ter uma vida bem sucedida, temos que aprender a obedecer as ordens que Cristo dá; não é suficiente convidar Jesus para entrar em nossas vidas, não é suficiente orar, se não estamos dispostos a obedecer. Vemos neste texto que o milagre da transformação da água em vinho aconteceu porque os empregados obedeceram ao Mestre e fizeram o que ele mandara. Eles certamente não estavam entendendo o que estava acontecendo e o que Jesus ia a fazer; não tinham a mínima noção do que ia acontecer. Mas sabiam que deviam obedecer a Jesus em tudo.

É Maravilhoso e poderoso quando nos obedecemos a Jesus mesmo sem entender perfeitamente as facetas dos ensinamentos do evangelho. A benção sempre vem quando somo obediente e fieis a Jesus.

 

4.  O resultado. João 2:9 Então o dirigente da festa provou a água, e a água tinha virado vinho. Ele não sabia de onde tinha vindo aquele vinho, mas os empregados sabiam. Por isso ele chamou o noivo 10 e disse: — Todos costumam servir primeiro o vinho bom e, depois que os convidados já beberam muito, servem o vinho comum. Mas você guardou até agora o melhor vinho. 11  Jesus fez esse seu primeiro milagre em Caná da Galileia. Assim ele revelou a sua natureza divina, e os seus discípulos creram nele.

·         A festa continuou.

·         Um melhor vinho foi servido.

·         A natureza divina de Jesus foi revelada aos que creram nele. Não é a todos que se manifesta a glória de Deus, mas apenas para aqueles que O CONVIDAM para fazer parte de suas vidas. Estevão viu a glória de Deus porque Jesus fazia parte de sua vida…enquanto o apedrejavam, ele estava com seus olhos fitos no céu e via o céu aberto, e Jesus assentado no trono e os anjos que desciam e subiam. Morreu apedrejado por causa de sua fé, mas morreu vendo a glória de Deus. Jesus manifestou sua glória em Caná da Galiléia e os que ali estavam e acompanharam os acontecimentos foram fortificados na fé. “Creram nele”. Se você quiser ver a glória de Deus, entregue-se a Ele.

·         Cristo foi exaltado

 

Conclusão: Você já convidou a Jesus para fazer parte de seu estilo de vida? Qual o nível de relacionamento que você tem com Deus? Hoje nosso estilo de vida, nossos relacionamentos em todas suas facetas precisam de vinho novo para que assim nossa alegria seja completa. Convide Jesus para fazer parte de sua vida, obedeça a Jesus TOTALMENTE, e você crescerá em sua vida de fé. Deixará de ser religioso para ser um discípulo de Jesus.


 

Tags da Matéria:  
 

  •  
    voltar